Feira do Livro de Brasília, vem pra cá!

23 jul 2016

foto4   foto5foto6  foto7 foto2  foto3foto1  foto13  foto12

foto11 foto10

foto9

foto16 foto15

foto14 foto17 foto18

otfo8 foto19  foto254

foto24 foto23

foto22   fofo54 foto53 foto55  foto56 foto57 foto58 foto59      fofo54

foto53

Sessão de autógrafos!

23 jul 2016

 

Amanhã, te espero lá, não falte!Sessão de autógrafos - domingo dia 24_07 às 16h no estande do Sindicato dos Escritores

dia 17/07 – 18hr

7 jul 2016

feiradolivrosi

1 jul 2016

Tá esperando o que pra ler? Vá ao Amazon e leia por lá.

linda, meu capista já incluiu o adesivo #literaturanacional #sineliaescritora #trilogiadoeu #amazon, vai lá e leia!

24 jun 2016

capa_premiun

Vencendo etapas

23 jun 2016

me

Meu bebê ficou lindo com o adesivo da ILBA nele – AWA

22 jun 2016

porqueeuILBA Novo adesivo do International Latino Award agora no livro Por que Eu?

Desafio aceito.

17 jun 2016

ursinhos carinhosos

Me desafiaram a fazer um click lit sobre Ursinhos Carinhosos.

Ursinhos Carinhosos
Toda mulher sonha com um ursinho carinhoso, seja ele: o Zangadinho, o Leão Valente, o do meu coração, o Guaxe, o Fanti, o Sol, o Coraçãozinho, O Pinguim, o Carinhoso, da Harmonia ou o Animadinho. Posso advertir que como mulher moderna, independente, dona de mim e que batalho todos os dias para me melhorar, me entender e me aceitar; já passei por vários ursinhos, se você não tem ideia por onde começar, eu recomendo que comece com o Zangadinho antes de partir pra outros tipos.
O Zangadinho é aquele modelo de homem que pensa que controla tudo, que assume a vida como se mandasse nela e em você, que quer tudo do jeito dele mas que no final nunca conseguirá, então ele se rende a você, Ursinha Carinhosa, que sabe que com seu jeitinho, você chega lá, só tem que ter paciência. O Zangadinho só finge que briga, muitas vezes é bombadão, mas quem dá as ordens são você e se você é igual a mim e precisa estar no controle da situação, eles são os mais fáceis de lidar; uma jogadinha no sofá, um sexo bem feito e ele estará em suas mãos.
O Leão Valente é um tipo mais complicado, porque ele simplesmente insiste que está certo quando na verdade, todos sabemos que é sempre a Ursinha quem está certa. Lidar com o Leão Valente gasta muito da sua energia, porque ele não aceita simplesmente a natureza de ser leão, mas ainda assim quer ser o valentão da estória, quer mandar no outro, quer controlar tudo. A vida da ursinha se torna um inferno quando ela é simplesmente a Animadinha ou a Carinhosa. Pra lidar com o esse tipo, você tem que desenvolver a personalidade do Sol, da Harmonia ou da Fanti. O Sol irradia tanto que chega a ofuscar o Leão Valente, ele se cega a tal ponto de simplesmente se render a ela, aí sua vida está feita. A da Harmonia e a Fanti são os tipos que se colocam no lugar do outro, fazendo o leão entender devagarzinho que o sentimento dele não corresponde à realidade, que ele tem que se colocar no lugar do outro, que ele precisa dar tempo para que cada um se entenda, se aceite e se ame.
O Guaxi é um dos meus preferidos porque o cérebro científico é simplesmente e puramente racional. Lidar com os ursinhos racionais é “piece of cake”, como falam em inglês – fácil demais. Você só não pode esquecer de que mesmo sendo carinhosa e animadinha, você também será o coraçãozinho da jogada. Com ele, só funciona se você explicar nos mínimos detalhes o que quer, por que quer e o jeito que quer. Ele executará sua ordem e não te questionará sobre nada. O cientista, quando entende, consegue fazer até o que duvidamos ou achamos impossível.
Agora se eu puder escolher só um pra seguir comigo, escolheria o Pinguim, porque além de doce, ele é acolhedor e te faz sentir querida a todo momento. Ele sabe a hora de chegar e a hora de partir, mas além de tudo, ele escolhe uma parceira pra o resto da vida, sofre com ela, vive com ela e está sempre ali, mostrando que companheirismo ele tem. Ele mostra como você é adorada, amada a cada dia, ele se supera quando você menos espera e está sempre do seu lado, te mostrando o certo e o errado, te fazendo ver que mesmo que você siga o caminho errado; ele nunca te julgará, mas estará ali, pra quando você quiser voltar e estiver pronta pra seguir com ele.

Resenha nova sobre o Por Que Eu? Que tal dar uma lida

13 jun 2016

X-Resenha: Por que eu?

Porque Eu Livro da autora Sinelia capa cortada

 

 

 

 

 

 

 

Editora: Chiado
Ano: 2015
Páginas: 493
Autora: Sinélia Peixoto
NotaICON SANDUIIICHEICON SANDUIIICHE

 

Sinopse: Elizabeth é uma mulher de 28 anos, de Brasília, que decide começar o ano de 2013 de forma diferente. Estagnada? Podemos dizer que sim. Sem perspectiva de mudanças? Também! Ela busca algo melhor para si, por isso vai a Porto Seguro passar o reveillon com as amigas para encerrar uma fase de sua vida e dar início à outra, mais adulta e com muitos desafios. Lá, ela conhece Antônio, uma advogado também de Brasília. Eles curtem juntos e quando voltam a Brasília começam um romance. Elizabeth está se descobrindo. Ela pede demissão de seu emprego e começa se dedicando aos cursinhos para concurso. Antônio já é estável e independente. Quem é ela? Ela se pergunta e comparada a ele, ela se acha um Zé Ninguém. Ela se sente perdida em meio à tudo que tem que aprender e descobrir sozinha. Ela é uma pessoa honesta e sincera consigo mesma; luta para se analisar e se entender sempre; ele quer ajudá-la profissionalmente. Ele quer mais! Ela luta contra ele, tenta não se entregar, luta para ser honesta consigo mesma e aprender mais sobre si mesma sempre. Eles se casam, apesar de Elizabeth colocar empecilhos e juntos têm dois filhos. O primeiro livro desta trilogia é sobre esse primeiro momento, no qual os dois estão se descobrindo, ela buscando se profissionalizar, ele aprendendo com ela a se abrir mais, se conhecer, a filosofar, a analisar sua vida, seus pensamentos e a ser honesto consigo mesmo. Os dois buscando um relacionamento cada dia melhor, aprendendo sobre o casamento e também buscando o que os satisfaça sexualmente. Eles se dedicam muito à vida sexual do casal, aprendem sobre o corpo do outro, sobre os gostos do outro; se conhecem e melhoram juntos, com carinho, dedicação e atenção. É um livro no qual Elizabeth discute muito consigo mesma, tenta entender suas neuroses, tenta se descobrir sexualmente e descobrir como é o casamento, a gravidez, a vida a dois e sua luta por melhoria profissional. Com um final muito triste e cheio de esperanças para o próximo livro.

 

Beth é uma mulher solteira de 29 anos, que passou 4 anos sem ter nenhum relacionamento, e está pronta para mudar isso no Ano Novo. Portanto, ela decide fazer uma viagem com as amigas e vai para Porto Seguro, onde ela conhece Antônio.
Antônio é lindo, trabalhador, gentil, fofo sedutor , e eles coincidentemente moram em Brasília, por isso marcam um encontro para quando voltarem.
Como o esperado, os encontros são fantásticos, e eles acabam dando início a um namoro maduro.
O relacionamento é perfeito, o sexo é ótimo, ele é super carinhoso e atencioso, ganha bem, sabe cozinhar e é muito mais do que ela poderia imaginar.
Beth é uma mulher forte, independente e sábia, que finalmente achou alguém com quem quer formar uma família.
Muita coisa acontece, Beth sai da empresa em que costumava trabalhar e começa a estudar para concursos; sai de seu apartamento para morar com Antônio e ele a pede em casamento. Tudo bem rápido, mas Beth encontrou o homem perfeito, e nem suas neuroses podem atrapalhá-la de ser feliz.
Acontecem várias coisas que apimentam a trama, mas os personagens superam cada obstáculo em nome do amor.
O que eles não esperavam tão cedo era a chegada de um bebê, que vai abalar o relacionamento. Muito cansaço, estresse e um bebê para criar acabam resultando em muitas discussões, mas Antônio é um pai maravilhoso e está sempre ali, ajudando Beth. O que me fez perder um pouco o ritmo da leitura foi a protagonista. Em muitos momentos, ela é extremamente egoísta e neurótica, além das brigas desnecessárias com o marido.
Mas Antônio, com toda sua paciência e compreensão, nunca desconta nada em Beth e sempre se preocupa com tudo, como o excelente pai e marido que é.
Logo, eles percebem que o amor de ambos é mais forte que as discussões e qualquer problema que apareça. Nada pode prejudicar o incrível relacionamento dos dois. O problema é que isso está prestes a mudar, quando Antônio conta uma coisa que deixa Beth sem chão! 
Minha única ressalva é que achei o livro muito meloso, com uma repetição inoportuna. Mas, ainda assim, a história é bem envolvente, incluindo uma série de eventos e situações desafiadoras.
É uma boa pedida para quem gosta de romance hot, com uma diferença de idade bem interessante, caso que não vejo muito nos livros desse gênero.

X-Resenha: Por que eu?

Tá esperando o que pra ler? Vá ao Amazon e leia por lá. O Por que Eu? está na final do International Latino Book Award!

4 jun 2016

Tá esperando o que pra ler? Vá ao Amazon e leia por lá.